Programa Amazônia capacita jovens empreendedores de graça. Inscrições terminam na quinta-feira (15)

Redação Por: Redação

Meio Ambiente Novidades

Publicado em 14/10/2020 10:30h

Programa Amazônia capacita jovens empreendedores de graça. Inscrições terminam na quinta-feira (15)

Foto reprodução: O Liberal. 

O programa Amazônia Up incentiva empreendedores da floresta capacitando para modelos de negócios. 

Um negócio na área de fertilizantes, com uma rotina de atendimento de 300 a 500 consumidores, é hoje projeto de carreira do agrônomo Charles Brito, do município de Capitão Poço, que em 2017 se graduou pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), e viu sua pesquisa se transformar em realidade. “Vi que minha ideia de negócio se encaixava, e no programa conheci como trabalhar clientes e produtos. O projeto foi essencial para entrar no mercado”, conta Charles, que atua na área de bio e nanotecnologia. Ele foi um dos primeiros  jovens empreendedores a participarem do programa Amazônia Up, iniciativa do Centro de Empreendedorismo da Amazônia, que de forma gratuita desenvolve ideias locais com formação de pré-aceleração de negócios sustentáveis com apoio de parceiros, e está recebendo inscrições de novos interessados até o dia 15 de outubro.

Comprovando na prática que é possível empreender com a  floresta em pé, o programa está na quarta edição, e já detém o título de o maior programa de pré aceleração da Amazônia. Em 2017 foram pré-aceleradas 10 ideias, em 2018 foram 13 projetos, e no ano passado 17, envolvendo mais de 150 empreendedores e um público de mais de 500 pessoas nos eventos de apresentação das startups e seus protótipos. Com um projeto mais robusto, os empreendedores conseguem acessar com  mais facilidade as incubadoras de empresas de inovação. 

A divulgação dos selecionados será no dia 29 de outubro, com 22 projetos para um processo de trocas e mentorias em torno de ideias que promovam negócios economicamente viáveis, resguardando a floresta amazônica e nossa gente. O programa quer aumentar os negócios sustentáveis, com inovação, agregação de valor e baixo carbono. Tem como perfil ampliar o empreendedorismo dos jovens em negócios sustentáveis, aproximando empreendedores, empresas, investidores, instituições de ensino e pesquisa, instituições de crédito e outros.

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Araguaia - Blog de Notícias